Trajetória de Carreira por Solange Bezerra

on

Solange Bezerra,  Assessora Executiva no Consulado Americano do Rio de Janeiro,  compartilha conosco sua trajetória de carreira.

Iniciei minha carreira profissional aos 17 anos de idade.  Levava minha vidinha de estudante e de explicadora (professora naquela época) quando minha mãe me disse que soube por um amigo que havia uma vaga de recepcionista bilíngue no Royal Bank of Canada e que não precisava de experiência. Ela mesma marcou a entrevista e lá fui eu sem saber que ali estaria começando tudo que me levou a chegar onde estou hoje.

Era um Banco estrangeiro e a vaga necessitava que falasse inglês básico. Meu inglês ainda era de iniciante. Lá eles me ensinaram as frases simples que precisava falar. Além de Good Morning, Please e Thank you, aprendi a dizer: Would you like a check book? What type – plain, with the sunset, or with the waterfalls? How many?  Naquela época já demonstrava gosto por desafios. Pois, e se alguém prolongasse a conversa em inglês? Então procurei saber e aprendi a expressão: Wait a moment please, someone will help you!

Em alguns meses no cargo comecei a me sentir bem naquele ambiente diferente, cheio de executivos e secretárias experientes. Aprendi tudo o que pude, continuei estudando inglês e fiquei um ano e meio no Banco.  Lendo os classificados, descobri que a Companhia e Cervejaria Brahma abriu uma vaga na área internacional da Diretoria de Marketing, no Setor de Exportação e Importação, e o salário era o dobro do meu! Enviei o meu curriculum e fui chamada para entrevista. Passei nos testes e fui contratada. Trabalhei na Brahma por quatro anos.

O Royal Bank of Canada, onde havia trabalhado, foi comprado pelo Bank of America e encerrou suas atividades no Brasil.

O Bank of America abriu um escritório de representação no Rio de Janeiro e fui convidada a voltar a trabalhar com meus antigos amigos em uma nova empresa! A proposta era irrecusável! Mais uma vez o salário era o dobro do meu e os desafios de ser Trainee na Área de Crédito por um ano e depois ser promovida a Analista de Crédito Internacional. Não pensei duas vezes, mergulhei de cabeça nesse novo desafio, passei em todos os testes, e fui contratada. Fiquei 11 anos no Bank of America. Nove anos no Rio de Janeiro e dois em São Paulo.

Como fui contratada para trabalhar para a maior potência do mundo, o Governo dos Estados Unidos? Sou uma carioca de carteirinha, amo a vida ao ar livre, a praia, o sol, não gosto de dirigir! Depois de dois anos em Sampa estava com muita saudade da família, e da minha vidinha de carioca da gema! Quando morei em Sao Paulo, o Bank of America ficava no mesmo prédio do Consulado Americano, nos Jardins.  Foi lá que fiquei sabendo que o Consulado no Rio tinha vaga aberta para Assessora Econômica para o Cônsul de Minas e Energia. Dessa vez o salário não era o dobro! Mas o desafio mais uma vez estava ali, latente, na minha frente. Havia me formado em Economia e nunca havia trabalhado com Economia Mineral, mas decidi tentar, por que não? Concorri com mais de 40 candidatos e consegui a vaga.

Trabalho há mais de 25 anos para o Governo dos EUA, e talvez alguém se pergunte: -Onde estão desafios de executar o mesmo trabalho por tanto tempo?  Mas a trajetória no Consulado foi muito dinâmica. Não permaneceu a mesma rotina o tempo todo. Comecei no Setor de Minas e Energia que depois se tornou o Setor de Economia. Com o passar de alguns anos, houve uma fusão do Setor Econômico com o Setor Político, que cuidava também de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Saúde. Recebi durante anos diversos tipos de treinamento em Washington nas áreas de Ciências Políticas,  Economia, Inovação, Liderança, Gestão de Pessoas, Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Saúde.

Tenho outras funções no  Governo dos EUA, sou facilitadora nas áreas de Liderança e Gestão de Pessoas, ministrando cursos no Brasil e no exterior, e também estou cumprindo o oitavo mandato como Presidente eleita da JFK, a cooperativa dos funcionários da missão diplomática dos EUA no Brasil, que é um banco de médio porte.

Atualmente faço parte desse time fantástico do Pepitas Secretaries Club e  com muito orgulho integro a equipe de organização desse extraordinário evento que é o FISEC RIO 2017.

Please follow and like us:

1 comentário Adicione o seu

  1. É um orgulho conviver e, principalmente, ser amiha desse talento que é Solange Bezerra. Profissional competente, simples, com sabedoria e humildade. Parabéns minha amiga. Você merece to do reconhecimento e respeito por tudo e és e pelo que faz. Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *